domingo, 3 de fevereiro de 2013

ALEGRIA SEM RESSACA NO BONDEFOLIA - DESFILE É HOJE


Alegria sem Ressaca: uma banda diferente que desfila no Rio uma semana antes do carnaval

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Com a aproximação do carnaval, os blocos de rua aquecem os foliões que chegam cada vez em maior número à cidade para participar da festa, considerada a maior do mundo. Uma banda, contudo, tem uma proposta diferente: é a Alegria sem Ressaca, que sai uma semana antes da data oficial, pela orla de Copacabana.

O desfile da Alegria sem Ressaca, que neste ano comemora dez anos de prevenção ao uso de drogas no carnaval, com apoio de várias entidades e instituições, está marcado para amanhã (3), na Avenida Atlântica, com concentração a partir das 9h30, na esquina da Rua República do Peru, onde serão distribuídas camisetas para o público que quiser aderir ao movimento.

A banda foi idealizada pelo pelo psiquiatra Jorge Jaber, especialista em dependência química, atual presidente da Associação Brasileira de Alcoolismo e Drogas (Abrad). Em entrevista à Agência Brasil, ele disse que o objetivo da iniciativa é alertar a população para os riscos de usar álcool e drogas, principalmente durante o período do carnaval. “É uma banda de carnaval preventiva ao uso de drogas”.

A banda tem cerca de 680 componentes, aos quais se juntam pessoas simpáticas à causa em cada desfile. “Há uma adesão espontânea”, destacou Jaber. Participam do desfile muitos estudantes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), ex-dependentes químicos e parentes “que de alguma forma conseguiram se beneficiar da recuperação” desses doentes.

A Abrad desenvolve vários cursos de formação de mão de obra especializada para o tratamento de dependentes químicos, que são ministrados na Câmara Comunitária da Barra da Tijuca (CCBT), onde pessoas com problemas de uso de drogas recebem tratamento gratuito. No ano passado, a associação formou 170 alunos. Para 2013, já há 90 inscrições prévias, revelou o médico. “O trabalho final dos alunos é montar a banda, é levar para a rua uma mensagem contra o uso de drogas”.

Neste ano, além de comemorar uma década de atividade, a banda inova também ao eleger um “padrinho”, que é o cantor e ator Eduardo Dusek, e não uma madrinha, como ocorreu até o ano passado. Em 2012, quem esteve à frente da Alegria sem Ressaca foi a atriz Luiza Tomé, que tinha uma motivação pessoal para participar do movimento, já que um irmão dela morreu de overdose, relatou Jaber. Em anos anteriores, a banda teve como madrinhas as atrizes Solange Couto e Tássia Camargo.

Edição: Tereza Barbosa

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário