sexta-feira, 21 de setembro de 2012

PELO FACEBOOK MÃE RECEBE NOTÍCIA DA MORTE DA FILHA


Essa é uma estranha "história", que mostra o tamanho da distância entre as pessoas, que toda à rede de comunicação e informação que existe hoje não é capaz de encurtar. Tirando a demora da Polícia de Londres em procurar a família da vítima, é de se estranhar que ninguém da rede virtual de relacionamento tivesse um contato REAL, mais próximo, a ponto de, sabendo da morte de Karla Jamesentrar em contato.

De fato, quando mesmo morando próximo, só se sabe que uma filha morreu ao acessar o FACEBOOK, é sinal de que algo muito "irreal", norteia o comportamento das pessoas.

LEIA + AQUI
http://odia.ig.com.br/portal/mundo/m%C3%A3e-descobre-morte-da-filha-pelo-facebook-1.492529

2 comentários:

  1. Boa tarde amigo!
    Isso é lamentável...infelizmente parece que as pessoas vivem muito dependentes, presas aos seus celulares, às suas redes sociais e parecem dar cada vez menos atenção e presença de qualidade em suas vivencias reais.
    Algo sério, para ser muito refletido. Legal termos o mundo virtual, que traz em si pessoas reais, mesmo que à distância, mas temos que nos lembrar de viver e compartilhar com as pessoas reais que nos cercam.
    Um abraço,
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. Valéria

    Boa tarde

    Sem dúvida que a vida virtual só faz sentido quando ela é complementar de uma realidade, palpável, vivida no dia a dia.

    Grande abraço

    ResponderExcluir